OvolactovegetarianoRestaurantes

Lótus, o melhor vegetariano oriental de São Paulo

O Lótus Restaurante Vegetariano fica no cruzamento da rua Brigadeiro Tobias com a avenida Senador Queirós, a uma quadra do metrô Luz. Um dos melhores e mais tradicionais restaurantes da cidade, o lugar oferece uma infinidade de pratos chineses e brasileiros numa sincronia gastronômica perfeita. São sushis, imitações de todos os tipos de carne, comida saudável e também muitas friturinhas para quem curte junk food.

Conheci o Lótus em 2011, quase um ano depois de me mudar para São Paulo. Na época eu trabalhava no centro e vivia tentando descobrir um restaurante vegetariano por perto, mas por não conhecer ainda muito bem as redondezas, eu nem desconfiava que poderia existir um restaurante incrível escondido por lá. Foi então que um amigo do trabalho comentou um dia que o melhor restaurante vegetariano da cidade era o “Lótus”. No outro dia mesmo fui lá correndo conhecer e acabei fazendo duas horas de almoço, e os motivos você verá logo aqui em baixo.

Pra quem curte comida oriental chinesa o Lótus é “A” perdição vegetariana, o lugar perfeito pra fazer aquela orgia gastronômica turbinada. Além de todas as comidas tradicionais brasileiras feitas com tempero oriental, o restaurante oferece alguns pratos que dificilmente você vai encontrar em outro lugar. Quase toda vez que vou sou surpreendido por algo novo.

O esquema lá é self service por quilo. Sempre achei uma pena não ter preço fixo pra comer à vontade, mas enfim, quando a comida é boa a gente nem pensa muito no preço. O balcão de saladas é daqueles que daria tranquilamente para se satisfazer só por ali. São cerca de 25 pratos e o grande destaque são os sushis, na minha opinião os melhores itens da casa. Todas as vezes que vou acabo me enchendo tanto com eles que mal consigo comer o resto dos pratos. As combinações são muitas, variações de legumes com algum tipo de carne de soja, outros sabores doces e etc. Parece que cada vez que vou tem algum diferente.

Lótus Restaurante Vegetariano 1
Alface, beterraba, couve-flor com brócolis, vagem, palmito, alga com legumes, salada de grão de bico, sushis de legumes e carne de soja, tofu com molho agridoce.
Lótus Restaurante Vegetariano 3
Broto de alfafa, berinjela ao forno, couve, palmito, aspargos, vagem, tofu com molho agridoce, sushis variados.

Outro ponto positivo é que todos os pratos são indicados com as letras “L”(leite), “O”(ovo) e “G”(glúten) acabando com todas e quaisquer sessões de perguntas com os garçons. Fica aqui a sugestão para outros restaurantes adotarem esse modelo de indicação, é prático e facilita muito a vida de quem é só lacto-vegetariano ou celíaco.

O balcão de pratos quentes também é uma fartura que só. Até as pessoas que são enjoadas pra comer conseguem encher o prato de tanta opção que tem.

Lótus Restaurante Vegetariano 6
Carne de glúten, torta de banana, cará caramelado de morango, peixe de tofu à milanesa, rolinho primavera de legumes, bolinha de mandioca, nuggets de soja, gyosa especial com carne de soja, hambúrguer de soja com manjericão e pimentão, feijão fava e arroz integral.

O destaque vai para as frituras, outro ponto forte da casa. O balcão sempre está cheio de itens junk pra dar aquela equilibrada na dieta: nuggets, batata frita, bolinhas de várias coisas, rolinho primavera, tofu à milanesa e etc.

Lótus Restaurante Vegetariano 5
Torta de banana, batata frita, sushis de legumes, nuggets de soja, arroz integral, banana caramelizada com canela, nata de soja, shimeji na chapa, peixe vegetariano.

O lugar também é bem único no quesito imitações de carne. Muitas pessoas nem percebem, mas logo depois do balcão de pratos quentes ainda existe uma churrasqueira com várias outras opções feitas na hora. Destaque para a carne de glúten e o peixe vegetariano. Além das carnes ainda sempre tem cogumelos, legumes e outros itens ovolacto.

Lótus Restaurante Vegetariano 4
Cará caramelizado com morango, jiló ao forno, moti com chia, feijão fradinho, cará frito, gyosa especial de carne de soja, tofu ao molho agridoce, shiitake.

As sobremesas também fazem parte do self service, mas pena que quase todas não são veganas. Sempre tem alguma vegana perdida entre as outras, mas qualquer coisa também dá pra voltar ao balcão de saladas e pegar algumas frutas.

Pudim de abacaxi com gelatina de ágar-ágar.
Pudim de abacaxi com gelatina de ágar-ágar.
Pudim de coco com maracujá.
Pudim de coco com maracujá.

O atendimento é bom e a casa é gigante, tem lugar pra 250 pessoas. Durante a semana o movimento é tranquilo e de sábado costuma lotar bastante, mas pode chegar a qualquer hora que sempre vai ter uma mesa livre.

No térreo ainda tem uma padariazinha/lanchonete que fica aberto durante todo o dia, mas eu nunca consegui comer nada de lá pois sempre desço aquelas escadas rolando.

O Lótus é com certeza um dos melhores restaurantes vegetarianos da cidade. Rota obrigatória pra todo mundo que gosta de culinária oriental e também de experimentar pratos exóticos. Não deixe de visitar!

Aberto: de segunda a sábado. Fechado aos domingos e feriados.
Horário: de segunda a sábado das 11:30 as 15:00.
Endereço: Rua Brigadeiro Tobias, 420 – Centro (Metrô Luz) – Mapa aqui.
Serviço: self service por quilo.
Preço: R$3,69/100g
Telefone: (11) 3229 – 6769

Comentários

comentários

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *