Eventos Passados

Oficina de Alimentação Viva e Ayurveda no Vrinda

No dia 17 do mês passado rolou lá no Vrinda uma oficina de Alimentação Viva e Ayurveda, coordenada pelo meu querido amigo Kamalanath Das, também conhecido como Gilberto.

Sou um super fã das oficinas do Kamalanath, já fiz várias e aconselho todo mundo a fazer. Foi em uma delas que tive o primeiro contato com o tema alimentação viva e desde então venho praticando e aprendendo novas coisas sempre que possível.

Só para situar, alimentação viva é um vertente da culinária vegana onde só se come coisas cruas, ou seja, nada é aquecido a mais de 40ºC devido a ação degenerativa do calor sobre as propriedades nutricionais do alimento. Quando me interessei pela primeira vez em fazer a oficina, cheguei lá achando que iríamos aprender vários pratos maravilhosos de saladas, combinações exóticas de frutas e por aí vai. Mas depois de começar a ver as receitas um novo universo gastronômico se abriu pra mim. Descobri que existem muitas técnicas para se preparar os alimentos sem precisar aquecer e por incrível que pareça a salada vira só mais um acompanhamento. Minha primeira refeição viva foi incrivelmente saborosa e não perdia em nada para qualquer refeição convencional.

Falando um pouco agora sobre Ayurveda, pra quem não sabe ela é a medicina tradicional indiana, a mais antiga de todas. Eu tive meu primeiro contato com ela há alguns anos e foi paixão a primeira vista. A Ayurveda funciona com base nos 5 elementos da natureza (éter (vazio), ar, água, fogo e terra) e em 3 biotipos humanos principais. Cada biotipo possui diferentes “dosagens” dos elementos assim também como os alimentos, o clima e as horas do dia. Para a Ayurveda todo desequilíbrio humano pode ser medido através da elevação ou diminuição desses elementos no corpo/mente. Assim, esse sistema holístico se baseia em tentar equilibrar esses elementos de acordo com a constituição inicial de cada pessoa através da alimentação e outros tratamentos específicos. Como ninguém é igual a ninguém, para a Ayurveda não existem regras gerais, tudo vai depender das características da pessoa e do ambiente naquele momento.

Agora voltando a parte prática, a oficina sempre começa com a receita de algum suco, nesse dia aprendemos a fazer um “Lassi indiano biogênico”. Lassi é um iogurte com fruta, mas nesse caso o iogurte era feito adicionando os lactobacilos em pó para a receita não deixar de ser vegana. Resumidamente, ela combina o suco verde clássico com alguns outros ingredientes e é finalizada pela fermentação provocada pelos lactobacilos.

Alimentação Viva Prato 1
“Lassi indiano biogênico”.

A “Salada solar” veio em seguida juntamente com todas as dicas e truques sobre como produzir os brotos em casa.

Alimentaçao Viva Brotos
Brotos de girassol.
"Salada Solar"
“Salada Solar”.

Logo depois aprendemos a fazer o “Creme supremo de grão-de-bico”: grão-de-bico germinado batido com alguns legumes, castanhas e temperos.

Alimentação Viva Prato 2
“Creme Supremo de Grão de Bico”.

E finalmente chegou o prato que pra mim foi o mais gostoso: “Salmosas vivas”! Começamos com a massa de trigo germinado e logo após montamos os “pasteizinhos” recheando-os com o creme de gão-de-bico. A nossa refeição viva do dia foi a combinação de todos essas receitas.

Refeição completa: grãos germinados, salada solar, creme supremo de grão-de-bico e salmosas vivas.
Refeição completa: grãos germinados, salada solar, creme supremo de grão-de-bico e salmosas vivas.

 A sobremesa foi a “Torta ternura de coco e cacau”, um doce onde a camada inferior é côco batido e a cama superior é uma massa de bananas com cacau em pó. Maravilhoso e totalmente sem açúcar.

"Torta ternura de côco e cacau"
“Torta ternura de coco e cacau”.

A segunda parte da oficina é teórica. Logo após comer todas essas receitas incríveis trocamos de sala para ver alguns slides e conversar a respeito dessa combinação dos temas alimentação viva e Ayurveda.

A cada oficina você leva um caminhão de novas informações pra casa, uma simples tarde que com certeza te rende muitas novas ideias gastronômicas veganas e saudáveis. Recomendo demais pra todo mundo que quer expandir seus conceitos culinários.

Mais informações: http://vrindasp.com.br/

Comentários

comentários

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *