Bares e LanchonetesJantar vegano

Maoz, falafel fast-food na Augusta

A Maoz é uma rede internacional de restaurantes vegetarianos fast-food famosa por servir o autêntico falafel. Abrindo sua primeira sede no Brasil recentemente na rua Augusta, o lugar é quase todo vegano e oferece um gigantesco balcão de acompanhamentos self service para você completar seu sanduíche ou montar sua salada.

Conheci a Maoz algumas semanas depois da sua abertura. Como ainda era novidade o restaurante estava bem lotado, mas fui atendido bem rápido. O lugar é todo bonitinho e bem decorado, me agradou de primeira. Como agora trabalho alguns dias por aquela região, acabo almoçando por lá uma vez ou outra quando não estou afim de comer arroz&feijão.

O restaurante fica em um sobradinho a um quarteirão da Paulista. O térreo está sempre mais cheio pois é onde fica o balcão e o caixa. O primeiro andar é destinado somente as mesas, então caso você queira comer sem muita agitação pegue seu pedido e suba as escadas.

Maoz 1

A maioria dos veganos costumam ser bem chegados em comida árabe devido a quantidade de receitas que já são naturalmente livres de ingredientes animais. Só pra esclarecer pra quem não é familiarizado com a receita, o falafel é um bolinho frito que é feito a base de grão de bico e vários temperos. Eu sempre amei tudo que é feito com grão de bico e atualmente vivo uma fase de trocar meus patês de tofu por hommus. É, a galera lá do oriente médio sabe como combinar ingredientes.

O cardápio pode parecer um pouco confuso na primeira vez pois “falafel” se refere tanto ao “sanduíche” de falafel quanto ao próprio falafel isolado. Existem 3 opções de pedido: o “sanduíche” falafel (pão pita integral com falafel e salada à vontade), a salad box (salada à vontade com falafel na cumbuquinha de plástico) e batatas (batata belga e batata doce assada). Além disso ainda tem os extras (hommus, babaganoush, coalhada e falafel extra) para acompanhar. Essas opções podem ser pedidas também como combo (falafel, batata e suco ou salad box e suco).

O balcão de acompanhamentos é uma festa vegana, só duas opções não são: a salada de repolho e o molho holandês. Confesso que fiquei um pouco frustrado pois pra quem é exagerado tipo eu, essa fase do self service acaba sendo uma missão impossível quando se pede o “sanduíche”. Você recebe o pão aberto já com alface e falafel e depois pode completar à vontade se servindo no balcão.

Conseguir enfiar tanta coisa dentro do pão é uma tarefa que exige estratégia, pois eu sempre chego na metade do caminho e já não cabe mais nada.

Maoz 2
Cenoura cozida, tomate com pepino, cebola roxa, pepino, berinjela, pimentões, couzcouz marroquino, azeitonas, brócolis com couve-flor, salada de repolho, molho de tomate e cebola, molho holandês, molho de coentro e molho de tahine.

Depois de ir algumas vezes você acaba pegando as manhas de como abrir o pão de uma forma que cabe mais coisas, mas mesmo assim não dá pra exagerar muito pois na hora de comer vira sempre aquela lambança. Não teve uma vez que não derrubei algo na mesa ou que meu sanduíche começou a desmoronar. Talvez eu seja um pouco exagerado na hora de montar, mas acho que poderia existir uma outra opção no cardápio onde seria possível pedir o pão adicional ou outra que combinasse uma cumbuquinha de salada e um sanduíche. Sempre quero comer o pão, mas acabo pedindo o salad box para evitar a lambança.

Vamos às obras de arte:

Sanduíche de falafel com batata belga e extra de hommus.
Sanduíche de falafel com batata e extra de hommus.

O falafel é uma delícia, super crocante e bem temperado. Sempre peço extra de falafel pois acho que vem pouco no item normal. Nesse dia eu me empolguei muito no self service e achei mais fácil pedir garfo e faca para comer até o lanche ficar “pegável” com as mãos e não desmoronar.

Maoz 3
Sanduíche de falafel no pão pita e extra de babaganoush.

O molho que eu mais gosto é o de tahine, vai muito bem com o falafel.

Maoz 4

O lanche sempre vira uma passaroca e como vocês estão percebendo, foi impossível fazer uma foto bonita. Mas o que importa é que a combinação fica muito boa.

Salada box com batata belga e extra de hommus.
Salad box com batata e extra de hommus.

A opção salad box é ótima quando o quesito analisado é facilidade de comer sem se melecar, mas pra mim falafel sempre pede pão, hommus e babaganoush. A batata não é frita e mesmo assim é super crocante. Vale a pena pedir para acompanhar.

Durante o almoço sempre tem algumas sobremesas do lado do caixa, em cima das bebidas. Por enquanto todas sempre foram veganas e as melhores que experimentei foram a tortinha de limão e o bolo de chocolate com coco.

Tortinha de limão.
Tortinha de limão.
Bolo de chocolate com coco.
Bolo de chocolate com coco.
Bolo de banana.
Bolo de banana.
Cuzcuz de tapioca com coco.
Cuscuz de tapioca com coco.

Todas as vezes o atendimento foi super rápido e também nunca tive problemas em encontrar um lugar livre para sentar. O fluxo de pessoas é grande principalmente nos finais de semana, mas as mesas vão sendo liberaras bem rápido.

A Maoz é uma excelente opção para uma refeição vegana rápida, saudável e de qualidade. Para quem procura lugares com opções veganas também para jantar, aqui fica mais uma dica.

Aberto: de segunda a quarta: das 11:30 às 16:00 e das 17:00 às 23:00. Quinta e sexta: das 11:30 às 16:00 e das 17:00 as 24:00. Sábado: das 12:00 às 24:00. Domingo: das 12:00 às 23:00.
Endereço: Rua Augusta, 1523 – Consolação ( Metrô Consolação) – Mapa aqui.
Serviço: fast-food.
Preço: Falafel: R$14,00 (normal), R$10,00 (junior). Salad box: R$15,00. Batatas: R$6,00. Extras: R$1,50 cada (hommus, babaganoush, coalhada e falafel extra). Combo falafel (falafel, batata e suco): normal R$24,00, junior R$20,00. Sobremesa: Tortinha de limão R$6,00, restante R$5,00.
Telefone: (11) 3288 – 9580

Mais informações: http://maoz.com.br/

Comentários

comentários

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *