Viagem Vegana

Japan vegan style: 3 semanas de turismo vegano no Japão

Japan vegan style

Olá! 🙂 Meu nome é Lívia Koreeda, tenho 33 anos, sou designer/ilustradora e sempre fui curiosa e apaixonada(díssima) por gastronomia funcional e saudável. Há 3 anos aderi ao vegetarianismo e caminho para o veganismo. Sou apenas uma, mas sei que posso fazer a diferença pelos pelos animais, pelas pessoas e pelo impacto que geramos no planeta com a simples escolha do que vamos comer. Acho simples, às vezes difícil, mas nunca impossível. 🙂 Nem no Japão.

Ano passado (2017), suei a camisa pra fazer uma de minhas viagens dos sonhos, conhecer o país de minhas origens e ainda em minha melhor versão, como vegetariana-quase-vegana (na companhia da minha querida irmã). Muitos acham impossível passar por essa experiência, mas em 3 semanas provamos sabores que talvez muitos locais nem tenham experimentado ainda. Bom, trouxe aqui um pouco dessa veganice nipônica e suas sensações, espero que gostem! 😉

Emirates e Dubai
Antecipadamente solicitei a refeição vegana nos vôos pra não ter uma surpresa de noodles instantâneos, só pães e massas em geral (porque já aconteceu de eu comer macarrão de prato quente e salada de macarrão. É bem comum se a cia aérea não estiver avisada).

Na escala em Dubai achamos o aeroporto bem preparado para todos os tipos de dietas. Escolhemos um restaurante fofo, cheio de opções saudáveis e vegans para nossa espera de 5h.

Japan vegan style

Japan vegan style

Bowl de noodles de soba, acompanhado de edamame, brócolis, tomatinhos confit e molho agridoce.

Japan vegan style

De “sobremesa”, oatmeal vegan (maravilhosoo): aveia, leite de amêndoas, banana, rasberry, sementes tostadas, lâminas de amêndoas, côco e nibs de cacau.

Japan vegan style

Japan vegan style

Percepção geral antes do tour gastronômico
Descobri que o segredo de comer bem para um vegetariano ou vegano é você não falar que é um. No Brasil, no Japão ou em qualquer lugar do mundo. Nesta viagem visitei 6 cidades e comi muito bem. Sim, tive dificuldades em alguns restaurantes, mas o maior motivo disso foi de ter falado que não comia nenhum tipo de carne. Toda vez que mencionava “I’m vegetarian”, as respostas eram: “desculpe, não preparamos pratos vegetarianos/veganos” e nos “expulsavam” delicadamente do lugar. Mesmo com tanta conscientização e informação que temos hoje, muitos ainda acham meio alienígena ser vegetariano ou vegano, talvez por falta de interesse ou orientação. E eu ficava confusa e confesso que um pouco frustrada de não poder comer alí, onde encontrava tantas opções nos cardápios sem carne ou derivados e mesmo assim falavam para nos retirar.

1) Osaka

Restaurante 1 (próximo ao Namba Station) 
Dando uma volta pelos restaurantes na primeira noite em Osaka, que particularmente foi a cidade que mais gostei, escolhemos um que nos chamou a atenção pela sua estética, bem característico, de esquina, todo temático com luminárias por fora, serviço direto no balcão, meia-luz e um cardápio inteiro em japonês. “Vamos nesse!”. Mas infelizmente ao perguntarmos se falavam em inglês fomos convidadas a nos retirar. Fica a dica pra você que vai entrando todo empolgado como nós, foi apenas um restaurante, mas aconteceu. 🙁 Fomos então para uma segunda opção que estava aberto ainda, um restaurante mais diurno para refeições rápidas, mas foi ótimo, pois escolhemos várias porções separadas e deu super certo para nossa fome.

Cortesia: Água filtrada (no Japão você pode tomar água de qualquer torneira).
Cultura: Toalhinhas quentes para higienização das mãos.
Entrada: sem pedirmos, trouxeram molho shoyu e repolho cru (que se usa como colher para o molho).

Japan vegan style

Japan vegan style

Pratos:
– Edamame cozido, simples, nutritivo e delicioso. Apertar a vagem pra comer o feijão é como estourar plástico bolha, um vícioo! haha
– Tofu coberto com gergelins crocantes e molho levemente picante e adocicado.
– Missoshiro com cebolinha e tofu (a maioria das sopas são feitas com hondashi, que é à base de peixe, então sempre verifique a procedência).
– Espetinhos de cogumelos e aspargos fritos (achamos que era grelhado, mas vimos que eles AMAM fritura).
– Gorran, o famosos arroz branco (não está na foto, mas é muito macio e gostoso).

Japan vegan style

Japan vegan style

Pagamos 1.695,00 ienes, que são, com as taxas, por volta de R$50,00.

Foi relativamente barato, pois este valor foi o total e não pedimos bebida, sobremesa. Os valores mais caros das refeições são por volta de R$60,00, não é estranho pagar este valor, por exemplo em Tokyo.

Fukutaro (restaurante)
Decidimos ir andando em uma das noites pelas ruas e escolher algum restaurante que mais nos apetecia. Vimos um movimento e uma fila de espera em um deles, especializada em Okonomiaki (não vegan), mas decidimos olhar o cardápio e, além das saladinhas e alguns acompanhamentos que davam pra escolher, meus olhos brilharam ao ler “Avocado tofu”! MEU DEUS, QUERO! Quando chegou, só conseguia sorrir e com certeza foi o tofu mais exótico que provei até hoje. Servido com caldo de shoyu quase nada salgado, uma textura de pudim tenro e pra mim, de verdade, parecia uma sobremesa. Manjar dos deuses pra uma vegan funcional, haha. Por mais estranho que esse prato pareça para alguns, foi uma das mais simples e maravilhosas combinações. Repetimos e não encontramos em mais nenhum lugar no resto da viagem. Já saudades.

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Organic&Vegetarian Café ATL (Restaurante)
Este restaurante encontrei pelo app da Happy Cow e foi com certeza um dos favoritos. Ele se nomeia vegetariano, mas o menu era inteiro vegan! ♥ Além de tudo feito na hora, o espaço era muito fofo e aconchegante e foi um abraço em Osaka antes de partir (último almoço no Japão), era tudo que precisávamos. Algumas caixas de orgânicos de fazendas locais estavam lá para serem guardados, ai, ai… (suspiro). Pedimos a salada de alface com quinoa e o risoto de tomate, espinafre e alcachofra. O arroz era japonês e não o que estamos acostumados para risoto e era quase uma ensopado. Estava simples, lindo e com sabor delicado.

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

2) Tokyo

Brown Rice (Restaurante)
Ó D E U S, por onde começar a falar do Brown Rice?! Este restaurante em Tokyo, além de já chegar chegando de lindo oferece pratos tradicionais japoneses em versões vegans, priorizam os fornecedores de fazendas orgânicas locais, respeitam a sazonalidade dos alimentos e evitam qualquer tipo de alimento ultraprocessado. Quer mais amor? Dá uma olhada no menu e nos pratos escolhidos (“organic miso soup” > socorro).

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Seasonal Set Menu
Arroz integral, feijão verde, tofu com missô, rabanete, raiz de lótus, inhame e batata doce, missoshiro com cebolinha shitake(nunca provamos igual na vida, explosão de sabores), pepino em conserva e sal com ervas. Tão delicados, simples e tão harmônicos. Xonamos.

Japan vegan style

Seasonal Vegetable Curry Rice
Curry a base de tomate, cebola e aromatizado com algumas especiarias da casa. Servido com arroz integral, um cubinho de tofu e vegetais da estação: raiz de lótus, cenoura, rabanete, pimentão e kabotcha: uma perfeição de texturas e cores. Além da saladinha e nabo em conserva pra dar aquele mimozinho no layout.

Japan vegan style

Japan vegan style

Ficamos beeem saciadas, o arroz integral já dá essa sensação…. o japonês então, que é mais cheinho…

Saímos felizes e com energia pro resto da viagem inteira!! Rs.

Vegan Meet Up (Evento)
Não íamos sair do hostel neste dia, estávamos bem cansadas e estava chovendo muuuito, mas olha… não poderíamos ter feito escolha melhor. Fomos ao Organic Kaemon Asakusa, indicado pelo Happy Cow e pelo hostel que estávamos. Chegando lá, nos deparamos com um evento fechado, um encontro vegano em Tokyo. Já meio chateadas de termos que ir embora, os organizadores fizeram um valor super friendly e nos deram um cantinho para ficar e aproveitar esse momento TÃO especial com eles. Por um site, eles se reúnem regularmente para um um bate-papo de conscientização sobre o veganismo, além das refeições m a r a v i l h o s a s servida pelos chefs vegans. Nunca fiquei entre tantos japoneses veganos em um mesmo metro quadrado, mesmos propósitos e valores. Muita felicidade e eternamente grata. 🙂

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Tokyo Tsukiji Fish Market (Mercadão)
Muito conhecido, o “mercadão” de Tokyo é cheio de cores e comidas curiosas pra uma feira de rua. É focado em frutos do mar, mas ótimo para comprar snacks, fazer o lanche da tarde ou almoçar como fizemos. Veganamente, claro. 🙂

Japan vegan style

Japan vegan style

Bolinho de arroz com edamame frito
A base de arroz, textura meio borrachuda clássica do moti e com vários sabores, provei o de edamame. Tem exatamente o gosto do que parece. ?

Japan vegan style

Japan vegan style

Uma loja com coisinhas a granel: castanhas, snacks de feijões crocantes e de vários sabores, frutas secas, algas e etc com amostras para degustação.

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Moti/mochi de matcha com morango
O moti é um doce clássico feito de massa arroz e recheado com feijão azuki. No Brasil é mil vezes mais doce e este ganha disparado na frente, hehe. Além da textura bem mais suave, não é borrachudo, não estica quando você morde e vem com esse morango fresquinho em cima. UMA DELICIA! Harmonia (incrivelmente) perfeita do doce com a fruta cítrica. Escolhi o de matcha, porque amo tudo que é feito dele, mas tinha de morango, pêssego, nozes e mais alguns.

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Warabimochi
Doce feito de arroz também, mas preparado de forma diferente com textura de gelatina (bem soft) e dá vontade de ficar apertando, rs. Peguei o palito misturado pra poder provar os sabores: soja, chá verde torrado e gergelim preto. A massa é levemente doce e o pozinho é bem puro e intenso, nada de “aroma de…” é o sabor pra valer. Gostei de todos, foi uma pena não ter provado o restante, mas já estava muito cheia.

Japan vegan style

Japan vegan style

3) Hiroshima/Myiajima

Itsukushima, conhecida como Miyajima, é uma pequena ilha na Baía de Hiroshima e vale a pena conhecê-la, chegando na nela já se vê o Great Torii Gate laranja, que fica submerso na maré alta. Depois de explorarmos essa ilha maravilhosa e seu santuário, paramos em dois lugares para comer na avenida principal:

Manju salgado
Antes do almoço, ficamos com vontade de provar o streamed bun (conheço como manju) que é um tipo de pão recheado cozido no vapor, feito de farinha e pra nossa felicidade, com sabor vegan. Gruda tudinho nos dentes e no céu da boca, mas é gostosinho, hehe. O recheio era de tofu.

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

4) Kyoto

Debaixo da Kyoto Tower existe uma praça de alimentação enorme com opções para todos os gostos, mas não esperava encontrar um restaurante 100% vegano. Você escolhia sua base do ensopado de arroz, tinham vários sabores e os acompanhamentos eram fixos (tofu, conservas etc). Foi o suficiente para minha fome e só senti falta de um verdinho, mas acabei comprando em um restaurante vizinho.

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Na mesma praça, encontramos essa opção vegan em um restaurante mexicano, de tortilhas com saladinhas e guacamole.

Japan vegan style

MERCADO e Orgânicos
Muitas vezes optávamos em ir ao mercado e cozinhar no hostel. Como em qualquer lugar do mundo, sai bem mais em conta e tínhamos sempre uma cozinha com tudo que precisávamos. Além disso, encontrávamos produtos muito bons, frescos e também orgânicos. A quantidade de informação nas embalagens é enorme, haha, mas depois acostumamos e dava pra se virar bem. 🙂

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Cosme Kitchen Adaptation Organic
Por último e não menos importante, teve um restaurante em Kyoto, o Cosme Kitchen, que ficamos apaixonadas por sua proposta: quase tudo vegan e ainda utilizavam somente produtos orgânicos de fornecedores locais. Não temos palavras pra descrever tanto amor por ele, apenas imagens maravilhosas. Obrigada Japão, por nos mostrar que, mesmo em um país tão tradicional com sua história gastronômica, existe um movimento, e pessoas envolvidas com o veganismo. <3

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Japan vegan style

Comentários

comentários

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Receba as novidades do RotaVEG por Email!
Não enviamos coisas desnecessárias! <3