Eventos Passados

Feijuca Vegana na Casa Jaya

Sábado passado rolou a Feijuca Vegana na Casa Jaya, em Pinheiros. Organizado pelo movimento NÃO MATE, o evento foi sucesso total e conseguiu reunir diversas tribos de São Paulo em prol da causa animal.

O NÃO MATE é um projeto independente, colaborativo e sem fins lucrativos que tem a intenção de promover na sociedade um debate sobre os direitos animais usando a arte como seu principal instrumento. As ações são feitas através de intervenções urbanas, ou seja, cartazes espalhados em lugares públicos. Não sei como é nas outras cidades, mas aqui em São Paulo é bem fácil encontrar em algumas regiões a famosa vaquinha colada. Além disso, o movimento também realiza oficinas, projeções em áreas públicas e também material gráfico e audiovisual.

Há alguns meses o NÃO MATE organizou também o Festival da Coxinha Vegana que aconteceu na Matilha Cultural. Acredito que tenha sido nesse evento que o público vegano provou que em São Paulo ainda existe muito espaço para esse tipo de encontro. O evento conseguiu reunir mil vezes o público esperado e apesar do pequeno caos, foi um sucesso absoluto. Uma pena que eu nem tenha conseguido pegar uma mísera coxinha.

Enfim, voltando para a Feijuca, o evento tinha a intenção de arrecadar fundos para financiar a campanha “O que te faz pensar?”. A campanha é formada por uma série de 15 cartazes provocativos e toda a grana arrecadada no evento será usada para imprimir e espalhar essas artes Brasil afora. Assim como o Festival da Coxinha, a Feijuca também foi um mega sucesso e dessa vez aconteceu tudo de forma bem tranquila. Todo o tempo que fiquei por lá foi possível observar um movimento intenso de pessoas chegando e saindo. A equipe do NÃO MATE conseguiu dar conta do atendimento de forma excepcional, e a feijoada estava fabulosa.

Feijuca Vegana Casa Jaya 1
Feijoada, couve refogado, arroz integral, farofa e laranja.

As sobremesas superaram todas as minhas expectativas. Sei que a foto não saiu aquela coisa, mas sem dúvida comi o melhor bolo de chocolate da minha vida até agora, e pra completar, era sem glúten! Os dois bolos estavam divinos, mas esse de chocolate fez história. Vou até entrar em contato com o pessoal pra pegar a receita.

Bolo de chocolate.
Bolo de chocolate.
Bolo de nozes.
Bolo de nozes.

Ao lado do balcão da lanchonete também estava rolando uns petiscos de um patrocinador do evento, a Glutadela.

Glutadela, a mortadela vegetal.
Glutadela, a mortadela vegetal.

Espero que o pessoal do NÃO MATE já esteja planejando vários outros eventos como esse. Eu, com certeza, serei presença garantida.

Comentários

comentários

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *