Eventos Passados

Confira alguns destaques veganos da NaturalTech 2015

NaturalTech 2015

Naturaltech é a Feira Internacional de Alimentação Saudável, Produtos Naturais e Saúde que acontece anualmente em São Paulo, no Pavilhão da Bienal do Parque Ibirapuera. Este ano, a feira aconteceu entre os dias 10 e 13 de junho e como sempre, trouxe diversas novidades para o mundo vegano: produtos alimentícios, higiene pessoal, cosméticos, tratamentos, suplementos e muito mais. Confira alguns destaques neste fast-post!

Como eu disse no post do 7º Festival da Cozinha Vegetariana, este ano só consegui visitar a feira no último dia por motivos de trabalho força maior. Então já viu, me dividi em dois para conseguir acompanhar o festival e ao mesmo tempo andar pela feira. Aproveito aqui para fazer um chamado aos entusiastas a blogueiro vegano, o RotaVEG está de portas abertas para quem quiser colaborar. E não precisa ter DIPROMA viu, aqui a gente se ajuda e qualquer um pode escrever. Mas enfim, apesar da correria, consegui trazer pra vocês algumas novidades.

O evento estava LO-TA-DO, bem mais do que nos dois anos anteriores. Até a última hora era possível ver filas nas duas entradas principais. Realmente este setor está ficando mais forte e consolidado a cada ano. Senti que a preocupação em atender os veganos já não é algo tão isolado. Os onívoros já estão todos muito bem familiarizados com os nossos conceitos e também começando a criar um maior senso crítico sobre os produtos que consomem. Mas então vamos a alguns destaques da feira…

#1 – Chocolates Only4 e ZeroMilk

Os veganos estão a cada dia mais bem servidos de chocolate. Se antes tínhamos que optar quase que sempre pelas versões de meio amargo, hoje já são inúmeras opções disponíveis no mercado com diversos sabores e porcentagens de ingredientes.

Este foi o primeiro produto que eu vi ao chegar na feira. Eles estavam com um dos stands bem na saída da fila de credenciamento, distribuindo amostras grátis para todo mundo. Já aproveitei e peguei duas só pra garantir caso fosse muito bom e eu precisasse comer outro pra ter realmente certeza… rs.

Os novos chocolates Only4 e ZeroMilk são um lançamento da Geveny Chocolates. Esta marca também fabrica o Chocofitness e vem atualmente provando que ninguém mais precisa de leite de vaca para fazer chocolate.

O Only4 tem poucos ingredientes em sua composição (óleo de coco, manteiga de cacau e massa de cacau) e é adoçado com açúcar de coco. O açúcar de coco é a nova moda dos alimentos saudáveis e de um ano pra cá todo mundo começou a usar. Se você ainda não conhece, este açúcar começou a fazer sucesso pois possui baixo índice glicêmico e também não passa por mil processos de refinamento como os outros, ou seja, é uma alternativa bem mais saudável. Além disso, os chocolates não possuem glúten, caseína, soja, aromatizantes, emulsificantes, transgênicos, adoçantes artificiais, refinados e gordura trans… ufa!

A linha apresenta 6 sabores diferentes: puro, flor de sal, nibs de cacau, cranberry, linhaça e chia. Eu provei o puro e o de flor de sal. São incrivelmente saborosos e derrete na boca. Vale provar!

Only4 - NaturalTech 2015

E o outro destaque, o ZeroMilk, também é totalmente vegano, sem glúten, sem gordura trans e produzidos com 40% de cacau. Os ingredientes: açúcar, massa de cacau, manteiga de cacau, gordura vegetal, flocos de arroz, farinha de arroz, emulsificante lecitina de soja, ricinoleato de glicerila e aromatizante.

Ele está disponível também em 6 sabores: puro, abacaxi, crisp, laranja, menta e morango. Experimentei o de laranja e achei excelente.

ZeroMilk - NaturalTech 2015

Pra quem não é de São Paulo e não consegue achar estes chocolates, dá pra pedir tudo online pelo site da Geveny: http://www.chocolatesgenevy.com.br/

#2 – Leites Vegetais “So Delicious Dairy Free”

A So Delicious Dairy Free é uma marca americana maravilhosa e totalmente vegana que chegou no Brasil há pouco tempo. Ela possui vários tipos de leites vegetais, cremes vegetais, iogurtessorvetes sobremesas.

A marca tem mais de 25 anos de mercado e nos últimos anos teve um super crescimento. Ela possui também várias certificados que a colocam como sendo uma empresa exemplar: só usam produtos orgânicos e são totalmente contra transgênicos.

Os sabores dos leites: amêndoas original, amêndoas sem açúcar,amêndoas com baunilha, coco original, coco com chocolate, coco sem açúcar, coco com baunilha, castanha de caju sem açúcar e castanha de caju com baunilha.

So Delicious Dairy Free - NaturalTech 2015

Apesar de ser ainda um pouco difícil de encontrar e o preço ser um pouco salgado, acho que vale super a pena pra quem não tem tempo de fazer os leites vegetais. Eu experimentei o de coco original e o de amêndoas original. Ambos uma delícia.

Espero que a So Delicious Dairy Free tenha uma grande aceitação no Brasil para que em breve encontremos seus produtos em qualquer lugar.

#3 – Pasta dental “Orgânico Natural”

A Orgânico Natural é uma pasta de dente totalmente vegana produzida pela Suavetex, a mesma empresa que também fabrica a famosa entre os veganos, pasta Contente. A Orgânico também não contém flúor, é feita com 95% de matérias-primas orgânicas e com menos de 5% de matérias-primas sintéticas. Ela possui extrato de camomila, chá branco e semente de uva.

Não sei se todo mundo sabe, mas o assunto pasta de dente para os veganos sempre foi um tema corriqueiro. A maioria das pastas mais populares do país pertencem à marcas que realizam testes em animais desenfreadamente. Isso sem contar com o fato de que também podem conter glicerina animal ou derivados. Outra coisa é que elas são completamente lotadas de químicos totalmente desnecessários, tanto para nossa higiene, quanto para o meio ambiente. E para acabar de vez com suas esperanças, todas elas possuem flúor.

Bom, esta história do flúor também está dando o que falar. Mas pra quem ainda está por fora eu vou resumir para não ficarem boiando.

De alguns anos pra cá, discute-se no mundo todo a questão da necessidade do uso do flúor tanto na nossa água, quanto em tratamentos odontológicos. Desde que começou estas pesquisas, muitos países aboliram totalmente o processo de fluoretação da água por ter sido mais do que comprovado que ele é bem perigoso para nossa saúde, quase que um veneno. Pois é, parece uma conspiração e dá até medo de pesquisar, mas pra quem se interessar no assunto, eu recomendo assistir o documentário A Farsa do Flúor.

Voltando a pasta Orgânico, nela o flúor foi substituído pelo xilitol, uma substância de origem vegetal e que também proporciona uma excelente função bacteriostática.

Desde que fui “desenganado” sobre os produtos de higiene pessoal eu não compro mais nada daquelas grandes marcas que todo mundo conhece. Com relação à pasta, de uns anos pra cá por falta de opção, eu comecei a fazer a minha de forma artesanal ou comprar somente de algumas marcas indianas naturais e sem flúor. E se querem saber, até agora não tive nenhuma cárie! 😀

Pasta dental Orgânico Natural - NaturalTech 2015

Eu experimentei a Orgânico faz alguns meses e adorei. Muito bom saber que agora temos uma ótima opção nacional, natural e sem flúor. Quem não sabe onde comprar dá pra pedir pelo site: https://www.organiconatural.com.br/

#4 – Spirulina Fazenda Tamanduá

A Spirulina é uma micro-alga do grupo das cianobactérias que é capaz de fazer fotossíntese. Ultimamente ela vem se popularizando no mundo todo devido ao fato de ser classificada como um superalimento, possuindo todos os aminoácidos essenciais para os seres humanos em equilíbrio.

Sua composição é de mais de 50% de proteínas, tem muito cálcio, betacaroteno, é um poderoso antioxidadante, combate o colesterol e muito mais. Quem ainda não conhece sugiro dar uma pesquisada.

Eu sou um adepato da spirulina já fazem uns 2 anos. Conheci a alga lá na Casa Jaya e depois disso comecei a comprar para acrescentar no suco verde. Ela é ótima pra quem curte fazer um detox monstro. É, confesso que o gosto não é dos mais agradáveis, mas se levando em consideração todos os seus benefícios até que dá pra tomar. Depois das primeiras vezes você acostuma e ficar super de boa.

Hoje em dia ela é comercializada principalmente em capsulas ou também em pó. Pra quem não curte o gosto, a melhor forma de consumir é através de cápsulas mesmo. A grande novidade é que a Spirulina que antes só se conseguia importando, agora é também produzida no Brasil pela Fazenda Tamanduá.

É possível encontrar a Spirulina em qualquer casa de produtos naturais ou também comprar pela internet.

Spirulina Fazenda Tamaduá - NaturalTech 2015

#5 – Chocolates Zotter

A Zotter é uma marca de chocolates incríveis da Áustria que chegou no Brasil também há pouco tempo. Fundada pelo Josef Zotter, a empresa é atualmente a única da Europa que produz chocolates da etapa do grão à barra. Os chocolates também não possuem conservantes, componentes artificiais e outros ingredientes que possam descaracterizar o sabor original.

A Zotter não é totalmente vegana pois utiliza leite em vários sabores, mas possui uma infinidade de opções veganas entre meio amargos, amargos, variações de porcentagem de cacau, chocolate branco, frutas, nozes, sem glúten e outras combinações inusitadas. No site tem exatamente 36.

Todos os produtos utilizados são orgânicos e um dos principais conceitos da empresa é o seu posicionamento em relação a ética do comércio justo, ou seja, a empresa tem um alto nível de sensibilidade e respeito à ética social e ambiental. Possuem a preocupação de não compactuar com possíveis formas não éticas de trabalho em todos os seus processos. A produção é transparente e aberta para visitantes no chamado Chocolate Theatre, que recebe anualmente mais de 200 mil pessoas de todas as partes do mundo.

O outro grande diferencial da marca são as suas embalagens. Juro que quando entrei no stand não consegui identificar de primeira que dentro das caixinhas tinha chocolate. Parecia até algumas coleções de livros ou CDs… rs.

As lindas ilustrações são feitas pelo designer Andreas H. Gratze, são tão legais que dá até vontade de colecionar.

Chocolates Zotter - NaturalTech 2015

Chocolates Zotter - NaturalTech 2015

Eu experimentei o Labooko – 68% Congo e o Labooko – Coconut, o chocolate branco de coco. É SENSACIONAL. E olha que chocolate branco vegano bom é uma coisa difícil de se encontrar.

Se você não aguentar esperar até encontrar em algum lugar, pode comprar pela loja virtual, tem como filtrar só os veganos: http://loja.zotterbrasil.com.br/

#6 – Mr. Veggy – Congelados Vegetarianos

A Mr. Veggy é uma marca de congelados vegetarianos fundada em 2004 e com sede em Santana de Parnaíba/SP. A marca utilizava leite em alguns produtos mas agora está na transição para o veganismo. As próximas levas fabricadas já estão sendo totalmente veganas. Os produtos são feitos com farinha de trigo integral, gordura de palma e temperos in natura. Não utilizam soja transgênica, conservantes e o temido glutamato monossódio.

Conheci a Mr. Veggy em uma loja da Mundo Verde há alguns anos. No dia comprei um “Pão de Gueggy Vegano” e foi só amor. Todos os produtos que experimentei até hoje eu adorei. No dia da feira, passei no stand e comi um divino pastel integral de banana e canela. Massa deliciosa e super recheado! <3

Mr. Veggy - NaturalTech 2015

Mr. Veggy - NaturalTech 2015

Pra quem mora em São Paulo é super fácil de encontrar pois tem em vários lugares, é só entrar no site e conferir o mais próximo. Pra quem não está na capital eles possuem um serviço de delivery com transporte refrigerado para diversas cidades do estado (veja a lista aqui). Ah, este serviço também funciona na capital!

Confira a loja: http://www.lojinhaveggy.com/

#7 – Rosquinhas e petiscos NutriCookie

A NutriCookie é uma linha de biscoitos e petiscos sem glúten e com muitas opções veganas. A marca possui também outra paralela, a NutriPleno, linha que possui misturas veganas prontas para bolos, tortas e tapioca.

Eu desconbri estas deliciosas bolachinhas lá na Zona Cerealista no ano passado. Desde então não consegui mais parar de comprar. Elas são super levinhas e com uma textura interessante meio “esfarelenta” que lembra suspiro.

Os sabores: coco, cacau, maçã com canela, bananalaranja e limão.

As de coco são adoçadas com açúcar demerara e mascavo, possui linhaça, quinoa e são à base de farinha de coco. Os outros sabores seguem a mesma linha de ingredientes, somente mudam a farinha. A de maçã é feita com farinha de maçã e a de laranja utiliza polpa e farinha de laranja. Ah, os sabores limão, banana e cacau (uma das versões) não possuem açúcar.

Os petiscos também seguem a mesma linha e estão disponíveis nos sabores: picante e ervas finas.

As misturas para bolos veganas: bolo de coco integral, bolo de coco sem glúten, mistura para bolo Festa. A mistura para torta integral também está liberada.

As massas para tapiocas são todas veganas. Sabores: azeitona, orégano, pizza e maçã com canela.

NutriCookie - NaturalTech 2015

A marca não possui um loja online oficial, mas dá pra comprar em vários sites de produtos naturais. Uma dica: http://www.natue.com.br/

#8 – VeganCheese da Superbom

E para finalizar o post, escolhi o produto mais comentado dos últimos dias no meio vegano: o VeganCheese da Superbom.

A Superbom é uma marca focada em desenvolvimentos de produtos para veganos e vegetarianos. Com mais de 90 anos de história, hoje os produtos da Superbom podem ser encontrados em qualquer mercado do Brasil e são super populares no meio vegetariano. A empresa só não é vegana pois utiliza mel, mas a quase totalidade dos produtos não possuem nada de origem animal. Alguns dos produtos mais conhecidos: a maionese vegetal, a salsicha vegetal, os bifes e medalhões de soja.

Indiscutivelmente, todos os veganos do Brasil estavam a espera do dia que em que alguma empresa resolvesse lançar uma cópia fiel dos queijos tradicionais e talvez o mais importante, com um preço acessível. Antes do VeganCheese, já era possível encontrar algumas outras versões importadas em raros lugares, mas o grande problema era sempre pagar um preço alto por pouca quantidade.

O VeganCheese foi lançado oficialmente esta semana e deve se espalhar pelo Brasil durante os próximos dias. Inicialmente ele foi lançado em 3 sabores (muçarela, parmesão e prato), mas a Superbom já adiantou que novos virão.

Eu experimentei o sabor muçarela e também o parmesão. Já fiz um queijo quente que ficou só amor. A textura é bem parecida e o sabor lembra muito. Ah, e ele realmente derrete. O preço, incrivelmente, também é bem parecido com o preço dos queijos convencionais, paguei R$22,50 na peça de 500g.

É gente, agora ninguém mais tem desculpa pra ficar naquela historinha de “só não sou vegano porque amo queijo”, né? Pf…

Provavelmente o VeganCheese estará nas lojas veganas ou de produtos naturais nas próximas semanas. Pra quem é de São Paulo, uma dica é comprar na loja conceito da Superbom lá do ladinho do metrô República (Rua Santa Isabel, 36).

VeganCheese Superbom - NaturalTech 2015

E assim foi a minha feira NaturalTech 2015! Ia dizer que a cada ano está mais fácil ser vegano, mas pensei direito e acho que não é bem assim. Ser vegano sempre foi fácil, o que todas estas novas alternativas nos provam é que existe um movimento crescente de marcas repensando a sua ética e sua responsabilidade social/ambiental.

Entusiastas do assunto, não percam a feira no ano que vem! 🙂

Mais informações: naturaltech.com.br

Comentários

comentários

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *