RestaurantesVegano

Broto de Primavera, o vegano mais simpático da cidade

O Broto de Primavera é um restaurante vegano que fica a dois quarteirões do metrô São Joaquim, na Liberdade. Comandado pelo chef André Cantu, o restaurante é um dos mais populares da cidade entre os veganos e oferece uma variedade bem grande de pratos super saborosos e bem preparados. Aberto há quase 6 anos, o Broto tem o objetivo de provar que comida vegana não precisa ser sem graça e pode sim ser muito saborosa.

Conheci o Broto há uns dois anos através da minha amiga Monise que em um belo sábado me convidou para irmos conhecer o restaurante e dar uma voltinha na Liberdade. Ele fica do lado do templo budista da rua São Joaquim, o lugar é bem pequeno e acomoda poucas pessoas por vez, possui oito mesas e um balcão. Das primeiras vezes que fui ele era ainda menor pois o caixa ficava bem pra frente, mas depois da reforma o transferiram mais para o fundo e o espaço ficou maior.

Restaurante Broto de Primavera

Agora falando das comidinhas, saber de todo o cuidado com que o André prepara e tempera tudo o que ele cozinha é o grande diferencial do restaurante. Quem o conhece sabe de toda a sua paixão e dedicação à culinária vegana. Não é preciso mais que duas garfadas para perceber a boa intenção e o carinho que ele coloca na comida. Antes de começar a falar dos pratos, já vou deixar claro que sou um grande fã de suas criações.

O André me disse que ele sempre está tentando diminuir ao máximo o uso de ingredientes industrializados e utilizar somente orgânicos. Os temperos, também feitos por lá, criam toda a identidade da comida pois dão um sabor bem característico aos pratos. Segundo o André, essa sua alquimia de criar temperos é quase uma obsessão.

O esquema lá é prato do dia. Cada dia da semana tem uma opção de prato principal com uma temática preestabelecida. De terça o tema é comidinha da mamãe (“refeição honesta e simples, condimentos adicionados com comedida sabedoria, para nutrir e alegrar seu corpo e sua alma”). De quarta é a tradicional feijoada, com direito a arroz integral, couve, farofa, bolinho de mandioca, laranja, vinagrete e até uma caipirinha sem álcool. Quinta é o dia das comidas do Brasil e do mundo com receitas típicas na sua versão vegana. E para terminar a semana, na sexta o tema é cozinha lúdica que traz sempre uma criação surpresa e descontraída. Ah, e todos os pratos acompanham uma saladinha de entrada.

Salada Broto de Primavera
Alface, tomate, cenoura, azeitona preta e moyashi.
Salada Broto de Primavera
Alface, tomate, pepino e beterraba.

Esse é um prato “comidinhas da mamãe”. O escondidinho é sem comentários, se der sorte de pegar algum dia não deixe de provar.

Prato "comidinha da mamãe - Broto de Primavera
Escondidinho, feijão andu, abobrinha salteada, vagem torta com tomate e arroz integral.

Apesar dos pratos da semana serem muito bons, somente aos sábados é servido o meu prato preferido e também o mais famoso da casa: a paella. Dificilmente você vai encontrar em outro lugar uma versão vegana desse prato, mais difícil ainda vai ser ele ser tão gostoso e bem feitinho como o do Broto. Pra quem mora longe, vale a pena se deslocar até a Liberdade em algum sábado só para provar essa iguaria. Absurdamente saborosa!

Paella vegana.
Paella vegana (pimentões, vagem, tofu, cogumelos, algas e tomate cereja).

Tanto de sábado como de semana se você opta pelo prato do dia é possível pedir um repeteco para matar a gula. Nem preciso dizer que eu sempre peço quantas vezes o garçom me oferecer.

Caso não quiser pedir o prato do dia, ainda existem mais duas opções de pratos fixos, massas e lanches. Os pratos fixos são o “do contra” (tofu na chapa com legumes, arroz integral e batata palha) e o tempeh da Bahia (tempeh feito com cará e amendoim acompanhado com arroz cateto integral e legumes). Esse tempeh é de outro mundo, a textura é bem interessante. Não lembro de ter comido nada desse tipo em nenhum outro lugar.

Tempeh da Bahia.
Tempeh feito com cará e amendoim acompanhado com arroz cateto integral legumes e molho.

O cardápio de massas é formado pelo Yakissoba (com legumes, verduras, shiitake e proteína vegetal), o Italissoba ( yakissoba com molho caseiro de tomate) e o spaguetti italian nos sabores: al pesto (com molho de manjericão, nozes e azeite), al funghi (com molho acastanhado de cogumelos chilenos) e por último “la carbonara vegana” (com creme de tofu fresco e lascas de tofu seco). Todos você pode pedir de olhos fechados. Esses pratos podem ser pedidos no tamanho grande ou pequeno. Eu peço o grande porque sempre exagero, mas se você não for muito bom de garfo dá pra comer em duas pessoas tranquilamente.

Soaguetti italian a la carbonara vegana (com creme de tofu fresco e lascas de tofu seco).
Spaguetti italian a la carbonara vegana (com creme de tofu fresco e lascas de tofu seco).
Yakissoba.
Yakissoba.

O cardápio ainda tem 3 sabores de lanches: soja louca (proteína de soja, pimentão, molho de tomate caseiro e vegmaionese), Marco Pólo (tofu na chapa com tomate seco e orégano) e o Xis-hambúrguer-salada (hambúrguer vegetal, tofupiry, alface e tomate). Destaque para os pães que são feitos lá mesmo.

Xis - hambúrguer - salada (hambúrguer vegetal, tofupiry, alface e tomate).
Xis-hambúrguer-salada (hambúrguer vegetal, tofupiry, alface e tomate).

A sobremesa é paga à parte e sempre tem um pavê de bolachas. Os sabores variam, mas pode pedir na fé qualquer um que você não vai se arrepender.

Pavê de morango.
Pavê de morango.
Pavê de chocolate
Pavê de chocolate.
Pavê de chocolate com morango.
Pavê de chocolate com morango.

Para terminar ainda tem os congelados. Por mais que eu não curta comer comida congelada, para as do Broto eu abro uma exceção por saber que não tem conservantes e são feitas lá mesmo. O pão-sem-queijo que é uma versão vegana do pão-de-queijo é um dos destaques do freezer. A textura é bem parecida com os não veganos, e eu os achei bem mais saborosos pois possuem um temperinho diferente.

Pão-sem-queijo.
Pão-sem-queijo.

Outros itens do freezer: hambúrgueres, salgadinhos, pastéis, pizzas, pães, imitações de carne, tofupiry, paella, feijoada, strogonoff e etc. Ele é lotado de coisas interessantes e sempre aparecem novidades criadas no laboratório experimental do Broto. Se você ainda não é cliente, a lei é abrir o freezer sem cerimônia e ir caçando as coisas. Minha vontade sempre é de levar o freezer inteiro pra casa.

"Peixe" vegano
“Peixe” vegano.
Esfirras de berinjela
Esfirras de berinjela.
Strogonoff de carne de soja
Strogonoff de carne de soja.

Ufa, quanta comida! É por isso que eu falo, o mundo só não é vegano ainda por preguiça (e interesses financeiros).

O atendimento nem preciso dizer que é excelente, é de se sentir em casa. Sempre fui muito bem atendido com simpatia e atenção. Só é preciso ir uma única vez para virar freguês.

Com relação ao movimento, como o lugar é bem pequeno ele está sempre lotado. Mas apesar da agitação, por incrível que pareça o clima é bem agradável e sempre está rolando um Beatles ou outras musiquinhas relaxantes para ajudar. O horário mais concorrido é lá pelas 13:30, mas me parece que é meio imprevisível. De sábado é mais provável que você não consiga uma mesa e tenha que esperar, mas comigo nunca demorou mais que 15 minutos.

O Broto é mais um dos portais veganos da cidade e um dos meus restaurantes favoritos. Gostaria de agradecer ao André por toda a atenção e também parabenizar a sua equipe pela paixão e dedicação à gastronomia vegana.

Esse vale a visita mesmo se você tiver que atravessar a cidade.

Aberto: de terça à sábado.
Horário: das 11:30 às 15:30.
Endereço: Rua São Joaquim, 295 – Liberdade (metrô São Joaquim)  – Mapa aqui.
Serviço: à la carte/prato do dia.
Preço: prato do dia: terça: R$22,00, quarta: R$26,00, quinta e sexta: R$22,00, sábado: R$33,00). Do contra e Tempeh da Bahia: R$24,00. Yakissoba e Italissoba: R$18,00 (pequeno) e R$32,00 (grande). Spaguetti italian: R$19,00 (pequeno) e R$33,00 (grande). Sanduíches: R$14,00.
Telefone: (11) 3203 – 1340

Mais informações: http://brotodeprimavera.com.br/

Comentários

comentários

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *